segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Irmão Rafael, proposto como “co-patrono” da Jornada da Juventude 2011

Bispos espanhóis escreveram uma carta na qual propõem que o beato María Rafael Arnáiz Barón, mais conhecido como “Irmão Rafael”, seja proclamado um dos “co-patronos” da Jornada Mundial da Juventude que o Papa presidirá em agosto de 2011 em Madri.No dia 11 de outubro, Bento XVI canonizará no Vaticano este jovem que faleceu aos 27 anos (1911-1938), no mosteiro cistercense de Santo Isidro de Dueñas, em Palencia, Espanha.“Confiamos que o Irmão Rafael Arnáiz nos acompanhe como um dos ‘co-patronos’ do encontro, para que todos os jovens do mundo possam conhecer a obra de Deus neste jovem do século XX”, explicam os bispos pensando na Jornada Mundial da Juventude.A carta pastoral dirigida aos jovens com o título “Busque o rosto de Deus” foi assinada em 15 de agosto em Santo Isidro de Dueñas por vários bispos. Os prelados alertam os jovens espanhóis: “não ocorra que nós, ‘os de casa’, desconheçamos o tesouro que temos a nosso lado, e que tenham de vir de longe para abrir-nos os olhos!”.Para isso exortam: “aproximemo-nos do Irmão Rafael, peregrinemos à Trapa de Santo Isidro de Dueñas para orar ante seu túmulo, leiamos seus escritos, e sejamos difusores de sua vida e testemunho...”.“Em resumo, sejamos autênticos, como o Irmão Rafael! Aos jovens católicos deste século XXI, cabe remar contra a corrente. Somos conscientes disso! Não é fácil ser autêntico, em meio a tantos clamores e tentações contrárias ao caminho do Evangelho”, asseguram os bispos.O Irmão Rafael, nascido em Burgos, era um jovem estudante de Arquitetura, quando em outubro de 1930 visitou o Mosteiro de Santo Isidro de Dueñas, vislumbrando a vocação monástica. Ingressou na Trapa quatro anos depois. Morreu no mosteiro em consequência do diabetes. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II, em 27 de setembro de 1992.

Vocação: Obra de Maria Lugar escolhido por Deus para mim !

Blog Mossoró: Como foi para você ser chamada a ser Obra de ?

Albérica: Pra mim posso dizer que com DEUS NÂO SE BRINCA eu não tinha nenhum desejo de mora em comunidade, mais escutava Júnior falar sobre a Comunidade e quis apenas participa do vocacional, fui o primeiro gostei da experiência com Deus, logo convidamos mais pessoas para participar do o próximo encontro, mas o desejo de viver em comunidade não tinha mesmo, no segundo vocacional, na hora do chamado Gilberto pediu para fica só quem tivesse o desejo, eu com minhas brincadeiras disse para as minhas amigas vou lá sentar e fui só para brinca mesmo, como falei que com Deus não se brinca, Gilberto começou a reza e quando silenciou disse Deus está chamando você logo de primeira.Foi como um tiro de revolveu em meu peito! Fiquei sem reação nenhuma, não sabia o que fazer, tentei fugir mais Deus colocava em meu coração que me chamava pelo nome( IS 43 ). Pela intercessão de Nossa Senhora muito presente pude ver a resposta do chamado de Deus, nessa comunidade que também pertence a Ela. Logo vi que a comunidade Obra de Maria era e é o lugar escolhido por Ele pra mim! A cada dia Ele vai me confirmando mais e mais como gosto de falar sempre pra Ele; SEDUZISTE-ME SENHOR eu me deixei SEDUZIR.

Blog Mossoró: Quais os desafios de sevir a Deus ?

Albérica: Os desafios são muitos! Mais sem desafios não estaremos trilhando o caminho da via Crucis. Os desafios em Deus são superados . É justo que custe muito o que muito vale. (Santa Tereza de Jesus)

Blog Mossoró: O que pesou mais na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?

Albérica: O que mais pesou foi minha família que não concordava com a minha opção.

Blog Mossoró: O que você diria para quem quer fazer parte da familia Obra de Maria?

Albérica: Não deixe para manhã o que você pode fazer hoje! Se você sentir o chamado procure saber mais sobre a comunidade, procure a casa mais próximo, o servo da missão e partilhe sobre o seu desejo. A oração é o ponto chave para escuta a voz de Deus. É muito bom ser de Deus e principalmente na Obra de Maria servindo ao Senhor de toda formas com alegria, como Deus me chamou pelo nome Ele te chama também! Deus vai além , não tenha medo!


Blog Mossoró: Quanto anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Albérica: Tenho 8 anos de vida comunitária e 5 anos e 7 meses de vida consagrada.O que mais me motiva anunciar Jesus e o desejo de fazer as pessoas sentirem o que sinto desde quando tive a experiencia com Jesus Ressuscitado , e o desejo de faze-lo conhecido como minha alma se alegra ao ver Deus agindo em tantas pessoas , ver os testemunhos belos , mudança de vida , vida nova .E viver a cada dia a musica que cantou quando fui chamada , Doar a tua vida como Maria aos pés da cruz e serás servo de cada homem servo por amor sacerdote da humanidade .A minha maior motivação e sempre olhar JESUS CRISTO.

Albérica Virgínia de Luna, tem 27 anos é natural de Machados-PE, 8 anos de vida comunitária, 5 anos e 7 meses de vida consagrada. Ela já desempenhou suas atividades missionárias nas missões de Carpina-PE, Várzea/Recife-PE, Cachoeira Paulista- SP e atualmente na missão de Fátima - Portugal.

domingo, 30 de agosto de 2009

Vocação:"Lembre-se de que não se ganha nenhuma batalha sem oração. A escolha é sua!" (Padre Pio de Pietrelcina

Blog Mossoró: Como foi pra você ser chamado a ser Obra de Maria?

Ivanilza: Para mim foi a resposta do amor de Nossa Senhora por mim devido da todo desejo que havia em meu coração de servir a Deus em uma comunidade. A maior confirmação veio durante meu primeiro contato com a Obra de Maria, fiquei logo encantada! E o meu chamado a ser Obra de Maria a obra Dele aconteceu no dia do vocacional e vem acontecendo a cada dia, por que em mim a obra de Deus acontece todos dias quando reflito a opção de vida que fiz e o sim que dei a Deus.

Blog Mossoró: Quantos anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Ivanilza: Tenho 10 anos e 7 meses, o que me motiva é o desejo de santidade que vou cravando em minha alma e em meu coração, desde o dia em que dei o meu sim a Deus. Esse desejo me faz ter forças para superar todas as fazes que passo no decorrer de cada ano e amedida que o tempo vai passando aumenta cada vez mais o desejo de querer dar sempre o melhor de mim para Ele.

Blog Mossoró: Como é para você evangelizar numa terra tão distânte?

Ivanilza: Confesso que é um desafio, tanto interior como exterior e uma renuncia muito grande, mais a recompemsa de Deus é muito maior, Onde tenho muitas vezes que esquecer minhas vontades para compreender e fazer a vontade de Deus. Esta experiência tem me feito crescer muito, até por que o novo nos faz mundar de direção, e muitas vezes conhecer e evangelizar outras culturas nos faz ver o quanto devemos ir além do que imaginávamos paa nós e o quanto Deus precisa de nós.

Blog Mossoró: Como é para você se envolver numa das principais missões da comunidade que é as peregrinações e qual a importância dela no carisma?

Ivanilza: Quando nos envolvemos com a nossa principal missão que são as peregrinações conseguimos viver o nosso carisma por completo! Para mim tem sido uma experiência fantástica! Posso ver que as peregrinação muitas vezes não são tão facéis como alguns pensam. É um desafio muito grande, onde em algumas situação exige muito de nós, porém a importância dela para o carisma é fundamental porque os testemunhos de conversão que muitas vezes eu presencio através das experiência de Deus que as pessoas tem nos lugares santos nos faz dizer o quanto a evangelização através das peregrinações é de singula importância e completa o carisma da comunidade.

Blog Mossoró: O que você diria para quem quer fazer parte da família Obra de Maria?

Ivanilza: Diria se Deus te chama não deixe a voz de Deus que diz em seu coração vem e segue - me, silenciar. Se dentro de você tiver o desejo de servir a Deus, venha que é o lugar certo!

Blog Mossoró: Quais funções você desempenha hoje na comunidade?

Ivanilza: Atualmente sou a serva da missão de Fátima- Portugal e responsável pelo regional Europa/Israel da Comunidade.


Ivanilza Ferreira da Silva, natural de camutanga tem 10 anos e 7 meses de vida comunitária e 9 anos e sete meses de vida consagrada. Ela já desempenhou suas atividades missionárias nas missões de
Recife-PE, Carpina-PE, Camutanga-PE, Aracaju-SE e atualmente Portugal-PT

sábado, 29 de agosto de 2009

Vocação: Quem perder a sua vida a encontrará!

Blog Mossoró: Como foi pra você ser chamado a ser Obra de Maria?

Dimas: De início muito surpreso e assustado! Pois não passava pela minha cabeça de um dia ser Obra de Maria. Participei do primeiro encontro PHN no Recife, promovido pela comunidade. E lá, através de uma pregação de Gilberto e Dunga, senti o chamado muito forte em meu coração. A partir dali participei do encontro vocacional e saí de lá já com a certeza no meu coração, daquilo que Deus queria para minha vida! Mesmo com medo, disse “SIM” a Deus, pois Ele sempre tem o melhor para nós.

Blog Mossoró:Quais os desafios de servir a Deus ?

Dimas: Vivemos num mundo em que, a maioria das pessoas, não quer buscar mais a Deus, tentando preencher a sua vida com coisas passageiras. Então o desafio para nós que somos missionários, que procuramos servir a Deus, dentro do Carisma Obra de Maria, é tentar mostrar a essas pessoas a verdadeira alegria, a verdadeira razão da nossa vida, que é Jesus Cristo! Mostrar um Cristo que acolhe, mesmo se ela estiver no pecado. Um Cristo que sempre dá uma nova chance para recomeçar. E como jovem, o desafio é resistir a tudo que o mundo oferece e buscar o bem maior que é Cristo!

Blog Mossoró: Qual o seu estado de vida e qual a contribuição que ele tem dado ao carisma?

Dimas: Sou seminarista, e almejo ser um sacerdote dentro do Carisma Obra de Maria. O sacerdote como diz o nosso diretório, deve ser um com todos os irmãos. Ele deve ser um canal da misericórdia de Deus, através da ministração dos sacramentos e na sua busca diária de santidade. Assim como todas as vocações! O sacerdote é presença da Igreja na nossa comunidade.

Blog Mossoró: O que pesou mais na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?

Dimas: Como qualquer jovem, eu tinha os meus planos, meus projetos, vivia bem na igreja, no meu grupo de oração, tinha vários amigos, trabalhava... Mas Deus tinha outros sonhos pra mim! Confesso que foi difícil tomar a decisão. Eu tinha a certeza do meu chamado, mas tinha medo! Mas, graças a Deus superei o medo e disse “SIM” a Deus. Precisei me esvaziar para que Deus pudesse sonhar em mim!

Blog Mossoró: O que você diria para quem quer fazer parte da família Obra de Maria?

Dimas: Com certeza, todos aqueles que desejam ser Obra de Maria tem um pouco de medo. Mas eu digo a cada um: “Não tenham medo!”. Aquele que se abandona nos planos de Deus não se arrepende. Somos uma comunidade de pessoas realizadas e felizes! Como diz nosso fundador: “Não troco a minha vida comunitária nem por um salário de 100.000,00 reais! Vem ser obra de Deus, vem ser Obra de Maria! Deus precisa de você!

Blog Mossoró: Quantos anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Dimas: Eu tenho 5 anos de vida comunitária. Durante esse período aprendi muito e continuo aprendendo. A vida comunitária é uma escola, não tem como você permanecer o mesmo! Como diz o salmo: “Muitos problemas virão, sofrimentos terei, até por angustias passarei, mas NUNCA temerei!” É a certeza do chamado de Deus, e a certeza de que aqui é o meu lugar, que me faz superar todas as dificuldades e todas as tribulações!

Dimas Ferreira da Silva, tem 25 anos, 5 anos de vida comunitária e 3 anos de vida consagrada. Ele já desempenhou suas atividades missionárias nas missões de Beberibe/Recife-PE, Casa São Miguel/Recife - PE e atualmente Casa Santa Teresinha - Seminário/Palmas – TO.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Não posso dizer PAI NOSSO...

Não posso dizer:PAI NOSSO
Se não vejo em todos os homens irmãos meus.
Não posso dizer"que estais no céus"
Se o que me preocupa são só os bens da terra.
Não posso dizer "santificado seja o vosso nome"
Se minha vida cristã é falsa
Não posso dizer "venha a nós o vosso reino"
Se não deixo o amor de Deus crescer em mim.
Não posso dizer"seja feita a vossa vontade",
Se o que me importa é só o que eu quero.
Não posso dizer"o pão nosso de cada dia nos daí hoje",
Se não sou capaz de repartir o pão com os necessitados.
Não posso dizer"perdoai as nossas ofensas,assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido",
Se minha vida é permanente ofensa a justiça e a caridade.
Nãoposo dizer "e não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do mal"
Se fecho os olhos e fujo de minhas responsabilidades na construção de um mundo melhor.
Não posso dizer"Amém",
Porque minto se não aceito tudo isto.

Autor Desconhecido
Por/Cleiton Amorim-Missão Obra de Maria,Mossoró-RN

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Recife recorda dez anos da morte de Dom Hélder Câmara

RECIFE, quinta-feira, 27 de agosto de 2009 (ZENIT.org).- A arquidiocese de Olinda e Recife recorda hoje os dez anos da morte de seu antigo pastor, Dom Hélder Câmara, expoente da luta em favor dos pobres e dos direitos humanos.

O arcebispo de Aparecida e presidente do CELAM (Conselho Episcopal Latino-Americano), Dom Raymundo Damasceno, preside à Missa, que será concelebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, às 19h, na catedral, onde Dom Hélder está sepultado.No contexto das celebrações, em memória do antigo arcebispo, a Universidade Católica de Pernambuco inaugura a Cátedra Dom Hélder Câmara de Direitos Humanos.Dom Hélder Câmara nasceu em Fortaleza, a 7 de fevereiro de 1909, em uma família simples, de treze filhos, dos quais ele era o décimo primeiro.Em sua cidade natal, em 1923, ingressou no seminário administrado pelos padres lazaristas. Após os estudos, foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1931.Em 1936, foi transferido para o Rio de Janeiro, onde morou 28 anos. Ali foi nomeado bispo auxiliar, em 1952; articulou a implantação da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), da qual foi secretário durante 12 anos.Foi nomeado arcebispo de Olinda e Recife em 1964, desempenhando papel de resistência à ditadura militar recém-instalada no Brasil. No nordeste implantou diferentes programas sociais, muitos deles de combate à fome.As obras de Dom Hélder repercutiram internacionalmente. Em 1970, reuniu mais de 20 mil pessoas em Paris para denunciar torturas no Brasil. Foi indicado quatro vezes ao prêmio Nobel da Paz (entre 1970 e 1973).

Fonte: Zenit

Vocação: Deus pede de nós uma resposta amorosa

Blog Mossoró: Como você conheceu a Obra de Maria?

Hugo: Conheci através de amigos que faziam retiros vocacionais e que hoje por sinal estão na Obra de Maria assim como eu. Quando conheci a Obra de Maria, algumas pessoas de minha cidade estavam vindo

morar na Comunidade.Mauricélia era uma delas e algumas pessoas ainda viriam posteriormente e que me estimularam a também caminhar e conhecer a Obra de Maria como a própria Mauricélia, Daniele Maria, com o tempo conheci Rafael, Padre José Cláudio que também me animaram a continuar a caminhada vocacional... Louvo a Deus por todos os meus amigos(as) que me mostraram a Obra de Maria e fizeram com que eu a conhecesse e amasse cada vez mais.

Blog Mossoró: Como foi pra você ser chamado a ser Obra de Maria?

Hugo: Foi um choque, um forte impacto. Mesmo que soubesse e sabia que aqui é o meu lugar, na época fugia do chamado, eu tinha medo de até onde Deus poderia me levar, pois sabia que uma vez que me abandonasse N’ele e me entregasse inteiramente a Deus, já não me pertenceria mais. E o seu amor me levaria a lugares desconhecidos, aos confins como ele mesmo nos envia. Isso me assustava. Mas Deus nos deu um Espírito de fortaleza e não de medo que me impulsionou e me impulsiona a cada dia e sempre em frente. Mas sempre tive a certeza do meu chamado e de minha completa alegria no Carisma Obra de Maria.

Blog Mossoró: O que é mais belo pra você na vida comunitária ?

Hugo: Acredito ser difícil para mim definir o que seja mais belo, já que vivemos tantas coisas belas, lindas em nossa Comunidade, poderia citar inúmeras. Mas vou me deter apenas no amor, tudo é lindo, a doação, o acolhimento, as nossas vigílias, as formações, a vida de oração na Comunidade. Mas se não vivermos o amor, se não nos amarmos aos poucos, vamos perdendo a nossa essência que é amar, pois se Deus é amor e se somos sua semelhança, também temos em nós a essência do amor. Como diz o apostolo Paulo se não tivesse o amor de nada valeria, nada seria... E como diz o discípulo que Jesus amava:Amemo-nos uns aos outros pois o amor vem de Deus. Acredito ser o amor o que de mais belo podemos viver na Obra de Maria, é Ele que nos dá força para perdoar etc... Mesmo sendo muitos, somos um só corpo, mesmo com pensamentos diferentes, pontos de vista superamos tudo pelo amor. É por ele que viveremos todas as outras virtudes em nossa vida comunitária.É o maior de todos os dons que nos dá a capacidade de vivermos todos os outros penso eu.

Blog Mossoró: O que pesou mais na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?

Hugo: Minha família! Sempre fui muito família. Nada tinha tanto significado pra mim quanto ela. Sobre tudo ante a resistência que eles tinham sobre a ideia de eu vir morar em Comunidade, mas eles mesmos depois viram que de fato aqui é o meu lugar e com o tempo passaram a me apoiar por graça de Deus.

Blog Mossoró: O que você diria para quem quer fazer parte da família Obra de Maria?

Hugo: Não perca tempo! Amadureça em sua vocação, seja sensível a voz de Deus em teu coração e dê o passo sem medo e sem reservas. Dê tudo para Deus, Ele não nos tira nada, mas pelo contrário nos dá tudo. Costumo dizer que Deus me deu até mais do que eu pedi ou mereço. Deus me ama e ama você também, dê a sua resposta a Deus e não tenha medo do que Ele irá realizar em sua vida.

Blog Mossoró: Quantos anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Hugo: Tenho 3 anos e 08 meses, o que me motiva a servi-Lo é o seu amor.O sentimento que tenho é o de Pedro:A quem iremos nós Senhor?Aonde mais eu poderia ir sem Deus?A lugar algum, N’ele eu encontro tudo que sempre desejei em minha vida. Deus mesmo me completa e por amor a mim, me dá muito mais por acréscimo. O seu amor é o que me impulsiona sempre em frente!

Hugo Alexandre Bezerra, tem 24 anos, 3 anos e 8 meses de vida comunitária e 1 ano e 8 meses de vida consagrada. Ele já desempenhou suas atividades nas missões de Beberibe( Recife-PE), Várzea (Recife-PE), Casa Bento XVI(Natal-RN), Cachoeira Paulista-SP e Casa de Missão São Paulo Apóstolo (São Paulo-SP).

Cerco de Jericó

Caros leitores mais uma vez realizaremos em nossa casa o CERCO DE JERICÓ, nossos missionários irão se reversar durante 7 dias e 7 noites de súplicas, louvor e adoração. Você pode deixar suas intenções nesta caixa de pedidos e nós iremos rezar por você durante estes 7 dias.
Nome:





E-Mail:





Assunto:





Mensagem:




















"O que impossível a natureza é possível a graça".

É nessa certeza que as casas de missão de Mossoró, unem-se em oração através do Cerco de Jericó que acontecerá de 30 de agosto a 5 de setembro na casa de missão Santa Teresinha do Menino Jesus, localizada na Rua Duodécimo Rosado, 421 - Doze Anos.
Em meio as tribulações, os medos, os tantos desafios que assolam a sociedade nos tempos de hoje, encontramos uma luz no fim do túnel chamada oração, através dela tudo pode ser mudado.
Enquanto se busca a tão sonhada receita da felicidade, se esquecem de que o segredo de uma vida feliz e realizada tem como ponte a oração.
Como diz o salmista: Os que confiam no Senhor são como o monte Sião, eternamente firme. Como Jerusalém está toda cercada de montanhas, assim o Senhor envolve seu povo, agora e sempre.
Coloquemos nesses dias e noites em que estaremos adorando o nosso Senhor no Santíssimo Sacramento do Altar, as nossas vidas, as nossas famílias e de modo especial a Comunidade Obra de Maria, para que nesses 20 anos possamos a cada dia amadurecer, ser fiel aquilo que o Senhor nos confiou e acima de tudo torná-lo mais conhecido e mais amado.
Junte-se nós, a nossa casa estará de portas abertas para lhe acolher.

Maria Pereira
Missionária da Comunidade Obra de Maria - Mossoró/RN

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Reconhecido cientista assegura: Papa tinha razão sobre a AIDS

Declaração de Edward Green, diretor do Aids Prevention Research Project de Harvard

RÍMINI, quarta-feira, 26 de agosto de 2009 (ZENIT.org).- O diretor do Aids Prevention Research Project da Harvard School of Public Health, Edward Green, assegurou que na polêmica sobre a Aids e o preservativo Bento XVI tinha razão.Ao intervir no “Meeting pela amizade entre os povos” de Rímini o cientista, considerado como um dos máximos especialistas na matéria, confessou que “lhe chamou a atenção como cientista a proximidade entre o que o Papa disse no mês de março passado no Camarões e os resultados das descobertas científicas mais recentes”. “O preservativo não detém a Aids. Só um comportamento sexual responsável pode fazer frente à pandemia”, destacou. “Quando Bento XVI afirmou que na África se deviam adotar comportamentos sexuais diferentes porque confiar só nos preservativos não serve para lutar contra a Aids, a imprensa internacional se escandalizou”, continuou constatando. Na realidade o Papa disse a verdade, insistiu: “o preservativo pode funcionar para indivíduos particulares, mas não servirá para fazer frente à situação de um continente”. “Propor como prevenção o uso regular do preservativo na África pode ter o efeito contrário – acrescentou Green. Chama-se ‘risco de compensação’, sente-se protegido e se expõe mais”.“Por que não se tentou mudar os costumes das pessoas? – perguntou o cientista norte-americano. A indústria mundial tardou muitos anos em compreender que as medidas de caráter técnico e médico não servem para resolver o problema”.Green destacou o êxito que tiveram as políticas de luta contra a Aids que se aplicaram em Uganda, baseadas na estratégia sintetizada nas iniciais “ABC” por seu significado em inglês: “abstinência”, “fidelidade”, e como último recurso, o “preservativo”.“No caso da Uganda – informou – se obteve um resultado impressionante na luta contra a Aids. O presidente soube dizer a verdade a seu povo, aos jovens que em certas ocasiões é necessário um pouco de sacrifício, abstinência e fidelidade. O resultado foi formidável”.

Fonte: Zenit

Aconteceu... Missa da Graça

A missa da graça do mês de agosto teve como celebrante Pe. Josenilson e a participação de cerca de 2500 pessoas. A missa da graça acontece mensalmente na quadra do Colégio das Irmãs. Na ocasião também foi apresentada a mais nova missionária da missão de Mossoró Djailma Silva.
Também foi divulgado que no mês de setembro haverá duas missas da graça por ocasião do aniversário de 5 anos da comunidade Obra de Maria em Mossoró e os 95 anos da histórica Capela de São Vicente.

Confira as fotos:

Que minha vocação seja sinal da Graça de Deus para os outros.

Blog Mossoró: Como foi pra você ser chamada a ser Obra de Maria?

Para mim o chamado a ser Obra de Maria foi um presente de Deus, pois a comunidade é minha vida e tudo que ela me leva a viver me faz entender que aqui é realmente o meu lugar.

Blog Mossoró: Quais os desafios de servir a Deus ?

Muitos, pois sabemos como diz a própria Palavra de Deus quem quiser me seguir tome sua cruz siga-me. Desafios sempre vamos encontrar seja na missão ou em qualquer outra situação, mas o melhor de tudo é saber que não estamos sós, por que temos um Deus que nos acompanha em todos os momentos.

Blog Mossoró: Quais as missões que você já passou e o que poderia dizer de cada uma delas?

Bem falar de cada uma delas eu teria muitos motivos, mas falo uma coisa em cada uma que passei eu aprendi a amar mais a Comunidade, os irmãos, a mim mesma e vi o quanto cresci, porque vi a mão de Deus em cada uma delas.

Blog Mossoró: O que pesou mais na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?

Deixar meus pais, pois não foi tão fácil, mas disse para Deus que tomaria conta das coisas d'Ele e Ele tomaria conta das minhas, uma coisa digo pra você não me arrependo de ter dado este passo. em nenhum minuto.

Blog Mossoró: O que você diria para quem quer fazer parte da família Obra de Maria?

Você que quer fazer parte desta família seja bem vindo! Saiba que existirão desafios, mas que vale a pena ser Obra De Maria e viver para Deus como falei anteriormente não me arrependo de ter dito sim para Deus pois vale a pena se hoje eu sou feliz é por que sou Obra de Maria.

Blog Mossoró: Quantos anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Tenho seis anos de vida comunitária e todos os dias é como se fosse o primeiro, você me perguntou o que me motiva ? E eu te respondo o que me motiva é saber que tenho cada um de vocês, cada um com seu jeito, mas que completa o outro para assim sermos um em Deus e é a graça de Deus que me leva todos os dias ser d'Ele.

Mauricélia Luzinete da Silva, natural de Juripiranga-PB, tem 36 anos, 7 anos e seis meses de vida comunitária, 6 anos de vida consagrada. Ela já desempenhou suas atividades missionárias em carpina- PE, Surubim-PE, Palmas-To e atualmente em Caruaru-PE

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A missa da graça é hoje!


Venha participar conosco!

Início as 18:30 com o santo terço.
Celabrante Pe. Josenilson
Local: Colégio das Irmãs

Vocação: A vida consagrada é felicidade!

Blog Mossoró: Como foi pra você ser chamado a ser Obra de Maria?

Jaderson: Conheci de verdade a Comunidade em 2005 no auge de minha juventude, quando tive a graça de experimentar a grande maravilha do encontro pessoal com Jesus Cristo ressuscitado, sentindo assim o enorme desejo de ser um novo homem, de dar sentido a minha vida, a minha juventude. Na experiência com Jesus também senti o forte apelo de Deus à necessidade urgente de anunciá-Lo a todas as criaturas. Logo quis corresponder com a oferta do meu viver à este apelo do Senhor. Não tive dúvidas de que a Obra de Maria era o lugar onde Deus me chamava a seguí-Lo. Ser chamado a ser Obra de Maria foi um dos maiores presentes concedidos a mim por Deus, trouxe sentido a minha vida; uma nova maneira de pensar e agir, levando-me a busca incondicional pela santidade e a ser um apaixonado pelo Senhor, fazendo-me sair de mim mesmo para dar testemunho alegre de serviço e anúncio do Amor e da Salvação de Jesus.

Blog Mossoró:Quais os desafios de servir a Deus?

Jaderson: Os desafios são muitos. Vivemos em um mundo marcado pelo pecado e pelo desconhecimento de Cristo, onde reinam diversos males que atacam a todos: crianças, jovens e adultos, principalmente os jovens. Mas as palavras de Jesus são para mim consolo e fortaleza, Ele nos diz: "Eu não sou deste mundo". Assim, faço de todos os desafios que surgem na minha caminhada, degraus para auxiliar na minha subida ao céu. A decisão de ser inteiramente de Deus leva-me a encontrar sempre a Sua graça que é o meu sustento e me impulsiona a seguir adiante.

Blog Mossoró:O que pesou mais na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?

Jaderson: Foi difícil o fato de "deixar" a minha família. Lembro-me dos meus últimos dias na casa dos meus pais antes de vir para a Comunidade; eu os olhava e sentia um aperto no coração. Mas logo após ter entrado na Comunidade entendi que assim Deus quis para que também eu fosse para eles canal da Sua graça, instrumento da reconciliação deles com Deus. Aquilo que pesou em mim no momento da decisão, fez com que eu passasse a amar e valorizar muito mais meus pais e meus irmãos.

Blog Mossoró:O que você diria para quem quer fazer parte da família Obra de Maria?

Jaderson: O primeiro passo é a oração. Reze muito e escute a voz de Deus, estando sempre aberto para que tudo aconteça no tempo Dele. Outra coisa muito importante é não ter medo de dar este passo. Vale a pena! O mundo precisa de nós. "A criação aguarda ansiosamente a manifestação dos filhos de Deus" (Rm 8,19). A vida consagrada é testemunha e profecia para o mundo tão necessitado de referenciais de homens e mulheres de Deus. A vida consagrada é antídoto para um mundo que se perde nos deuses do prazer, no ter e no possuir. Venha fazer parte deste exército! Junte-se a nós!

Blog Mossoró:Quantos anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Jaderson: Tenho 03 anos e 07 meses de vida comunitária, graças a Deus! A felicidade em servir a Deus me motiva a querer mais, muito mais! Sou imensamente feliz por ser inteiramente dedicado à vinha do Senhor. Sou feliz por ter dado a minha vida para Ele. Esta foi a melhor parte nas minhas escolhas mas, antes de tudo, na generosidade da minha resposta à força atrativa do chamado de Deus. Fui amado, escolhido e conquistado em vista de uma missão, Peço constantemente a Deus a graça de nunca perder o fervor e a gratidão. Existo para Deus, vivo para conduzir homens para o céu, para a plenitude da felicidade, pois vivo no Amor e para o Amor do Senhor, sempre lutando para ser reflexo da glória Dele para cada homem e mulher do nosso tempo.

Jaderson Felipe Santos Dantas é natural de São Paulo do Potengi-RN, tem 22 anos, 3 anos e 7 meses de vida comunitária, 1 ano e 8 meses de vida consagrada. Ele já desempenhou suas atividades missionárias nas missões de Casa de Retiros São José (Olinda/PE), Mossoró/RN e atualmente Amparo/SE.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Vou Louvar em Carpina - PE... Não perca! 20 de setembro

PJ da paróquia de encanto em fomação...

A pastoral da juventude da paróquia de encanto teve uma manhã de formação no último domingo 23, com a participação de cerca de 60 jovens e contou com a presença de Júlio César e Júnior ambos assessores diocesanos de juventude. No encontro foram abordados temas sobre liderança juvenil, a importância dos grupos de jovens despertando nos jovens a desejo de continuar. Na ocasião também foi marcado o próximo encontro de formação para o dia 13 de setembro.

Confira as fotos:


Confira um vídeo:



video

Vocação: " Avançai para águas mais profundas!”.

Blog Mossoró: Como foi para você ser chamada a ser Obra de Maria?

Fabiana: Eu caminhava com a Boa Nova em Recife, e já conhecia através deles como era viver comunitariamente. A primeira vez que eles me explicaram sobre isso dentro do meu coração eu disse a mim mesma: “é isso que quero para minha vida!”. Mas sentia que não era no carisma daquela comunidade. Então, fui convidada por uma tia minha para participar de um grupo de oração, que é da Obra de Maria, e acontece até hoje, na Várzea (bairro de Recife). Quando terminou o grupo, tive a certeza que era na Comunidade Obra de Maria que queria caminhar. Algum tempo depois comecei a fazer os vocacionais que aconteciam em Carpina, e no terceiro vocacional fui convidada por Gilberto para fazer parte dela. Eu digo sempre que nos dois primeiros encontros por causa de muitos empecilhos que eu tinha, Deus esperou que dentro de mim eu permitisse concretizar a certeza que ao sair de casa quem cuidaria dos meusseria Ele mesmo. Quando eu tive essa certeza eu fui chamada e posso afirmar como Santa Terezinha um dia disse: “que Deus nunca coloca desejos irrealizáveis em nosso coração!”

Blog Mossoró: Quais os desafios de servir a Deus?

Fabiana: Acredito que continua sendo e sempre será: ser diferente!
Faço uma comparação com aquilo que nosso fundador sempre nos ensina dentro da realidade de vida comunitária: “Ser comunidade e não estar”. Digo sempre que hoje mais do que antes, o maior desafio para ser de Deus é realmente estar inserido nas diversas realidades da vida, do nosso cotidiano, dos conceitos da sociedade, mas não ser um com eles. E esse sempre foi o maior desafio de todos nós cristãos. O próprio Jesus conhecia tanto este desafio, que disse aos seus discípulos que iria rogar por eles, pois Ele mesmo afirmou que o mundo os odiaria; e consequentemente a nós.
E o que é mais interessante, é que para ser feliz em Deus é preciso e é necessário, não fi
car na margem, mas realizar na nossa vida aquele apelo que nosso saudoso Papa João Paulo II nos fez: “avançai para águas mais profundas!”.

Blog Mossoró: O que mais pesou na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?

Fabiana: Meu encontro com Deus foi muito forte e depois que o conheci tudo ficou em segundo plano na minha vida, mas somente na minha vida, quando se tratava de pessoas que dependiam dela; eu exitava. Quando saí de casa foi mais fácil para mim, deixar emprego, namorado, bens materiais, um projeto de vida que eu já tinha e etc; mas a família realmente, foi o que mais pesou porque eles sempre projetaram todos os seus sonhos futuros comigo e eu também com eles. Isso os marcou muito e confesso que à mim também. Embora como toda família, nós tivéssemos conflitos, nos amávamos e ainda nos amamos muito, talvez até mais do que antes, e por tudo isso, eu sabia que muitas vezes na minha futura e nova caminhada com Jesus, eu teria que ter sempre o olhar fixo Nele para que pudesse enxergar as suas promessas mesmo quando eu não as visse. Até hoje porém, posso afirmar que Deus nunca me decepcionou na confiança que sempre depositei Nele.

Blog Mossoró: Quais as missões que você desempenha hoje?

Fabiana: Gosto de dizer que hoje, tenho funções específicas como: formadora pessoal, diretora de escola, e sou responsável junto com Pe. José Júnior pelo regional do RN. Mas, minha maior missão é ser e nunca estar na Obra de Maria.

Blog Mossoró: Quais os desafios de evangelizar na escola?

Fabiana: Educar já é um grande desafio, imagine educar e evangelizar ao mesmo tempo, principalmente nos dias de hoje, onde a família tem perdido a capacidade de diálogo, de partilha e até mesmo de papéis que estão sendo invertidos. Por estes motivos, nossos jovens estão cada vez mais rebeldes, complexados, e de difícil acesso. Para alcançá-los em suas realidades é preciso um jogo de cintura muito grande, até porque a escola é a sua segunda casa e é nela que eles podem mostrar quem realmente são; às vezes, até mais do que em suas próprias casas. Contudo, isso também se transforma em oportunidade porque os temos muito próximos a nós. Por este motivo, conseguimos evangelizar de forma mais lenta, porém mais concreta, mais profunda, sendo impossível não torná-los no mínimo bons cidadãos.

Blog Mossoró: Quantos anos você tem de vida comunitária e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?

Fabiana: Tenho cinco anos e oito meses de vida comunitária e o que sempre me motivou e me motiva até hoje, é descobrir a cada dia, através de tudo aquilo que o Próprio Deus me permite viver, que estou realizando a vontade Dele em minha vida. E que dentro desta vontade por mais que haja momentos difíceis, cruzes, eu consigo me realizar por completo.

Fabiana de Oliveira Soares, tem 26 anos, 5 anos e 8 meses devida comunitária e 4 anos de vida consagrada. Ela já desempenhou suas atividades missionárias na casa de formação em Beberibe( Recife-PE) e atualmente está em São Paulo do Potengi

domingo, 23 de agosto de 2009

Vocação: Senhor, Minha felicidade está em te servir!

Blog Mossoró: Como você conheceu a Obra de Maria?

Adriana Marques: A Comunidade abriu uma casa de Missão em frente da casa dos meus pais, em São Paulo do Potengi-RN em Janeiro de 2003, então logo conheci os membros .O que facilitou bastante conhecer de perto a comunidade foi por eu realizar alguns trabalhos pastorais como ser catequistas e participar do ministério de música da paróquia, minha turma do crisma se reunia no Colégio São José administrado pela Comunidade naquele ano, daí então comecei a trabalhar junto com a comunidade.


Blog Mossoró: Como foi pra você ser chamada a ser Obra de Maria?


Adriana Marques: Ao conhecer a comunidade de perto, fui me identificando com o Carisma. A maneira de servi de todas as formas com alegria me contagiou, eu via no rosto naqueles jovens que ali estavam à alegria de servi não importando a função ou missão que comunidade lhes confiava. A mesma alegria que serviam dando aula naquele colégio ou pregando no grupo de oração era a mesma transmitida quando estavam limpando a casa ou lavando o banheiro. Embora não ter interesse no inicio, logo me senti um com eles e a cada dia Deus confirmava em meu coração o desejo de ser um deles, de viver como eles.


Blog Mossoró: Quais os desafios de servir a Deus ?


Adriana Marques: São muitos, eu diria que a cada novo dia enfrentamos um desafio novo além dos que já vivemos. Deus nos faz perceber que com ele podemos tudo, muitas vezes nos deparamos com situações que nunca imaginávamos enfrentar, é então que percebemos que Deus está a todo instante cuidando de nós, seja nas pequenas coisas ou naquelas que exigem mais de nós, uma coisa tenho aprendido e vivido “Deus não chama os capacitados mais capacita os chamados”.


Blog Mossoró: O que pesou mais na hora de você tomar a decisão de seguir a Deus?


Adriana Marques: Minha Família, mais além dela tinha meus estudos e projetos de vida. Tudo que um dia busquei como realização profissional e pessoal estava sendo realizado em minha vida naquele momento, por um tempo Fugi e acreditei que os planos de Deus pra mim não eram de servi-lo. Foi então que Deus me convenceu que eu deveria sonhar os planos dele, os projetos dele pra mim. Minha oração no dia da minha decisão foi: Senhor dirige meus passos de modo que os meus sonhos e planos estejam de acordo com tua vontade.Hoje canto de coração aberto e cheio de alegria (Abro mãos dos meus sonhos, abro mão dos meus planos, abro mão da minha vida por ti).


Blog Mossoró: O que você diria para quem quer fazer parte da família Obra de Maria?

Adriana Marques: Primeiro: Seja bem vindo, precisamos de você, a mece é grande e os operários ainda são poucos.Segundo: Vale à pena! Sofreria e enfrentaria tudo outra vez para estar aqui. Sou muito feliz por servi a Deus através desta família. Servi a Deus através da Comunidade será sua contribuição para o reino de Deus.


Blog Mossoró: Quantos anos de vida comunitária você tem e o que lhe motiva a servir a Deus nestes anos todos?


Adriana Marques:Tenho três anos e oito meses de vida comunitária. Muita coisa me motiva estar aqui, a vida comunitária é uma caixinha de surpresa que a cada dia nos faz tirar dela um motivo diferente para continuarmos. A alegria dos irmãos, o obro amigo nos momentos de sofrimento nos motiva e nos faz amar mais e mais aqueles que o Senhor escolheu para estar ao nosso lado nos ajudando a continuar. Servi a Deus vale a pena! Saber que somos testemunhos do amor daquele que nos deu a salvação é o motivo maior que me faz levantar a cada manhã e dizer eis-me aqui Senhor!


Adriana Cassimiro Marques, tem 24 anos, 3 anos e 8 meses de vida comunitária e 1 ano e 9 meses de vida consagrada. Ela já desempenhou suas atividades missionárias nas casas de missões de Beberibe (Recife - PE) e atualmente Casa Mãe ( Várzea- Recife-PE)