segunda-feira, 29 de março de 2010

1 a 4 de Abril - Retiro de Semana Santa "Por suas chagas fomos curados"

A Comunidade Obra de Maria e o Santuário Santa Clara realizarão neste Semana Santa um retiro de espiritualidade com o tema POR SUAS CHAGAS SOMOS CURADOS

Local: Santuário de Santa Clara

Av: Erondina Cavalcanti Dantas, 22 - Dom Jaime Câmara

1kg de alimento não perecível.

NOSSA PROGRAMAÇÃO:

Quinta-feira - 01/04

15:00 Terço da Divina Misericórdia

17:00 Missa da Ceia do Senhor

18 às 22 Adoração ao Santíssimo Sacramento

Sexta-feira - 02/04

09:00 Manhã Penitencial

17:00 Celebração da Paixão

20:00 Encenação da Paixão de Cristo

Sábado - 03/04

09:00 Momento com as crianças

10:30 Intervalo

10:45 Oração e pregação: Por suas chagas fomos curados - Pe. Sátiro Cavalcanti Dantas

11:30 Deserto para meditação

11:45 Partilha do deserto

12:00 Intervalo para o almoço

14:00 Retorno

14:15 Pregação: Misericórdia infinita - Maria Pereira

15:00 Terço da Divina Misericórdia

15:30 Intervalo

20:00 Vígilia Pascal

Domingo - 04/04

09:30 Terço, louvor e oração

10:00 Pregação: Encontrar-me com Jesus Ressuscitado - Nelinho Augusto

10:45 Intervalo

11:00 Oração e Adoração

11:45 Intervalo para o almoço

15:30 Louvor

16:30 Terço

17:00 Missa Festiva da Páscoa

Realização: Comunidade Obra de Maria e Santuário de Santa

3314 0107/3061 5222 ou 3312 3224

domingo, 28 de março de 2010

Missa em ação de Graças pelos 20 anos de fundação é celebrada em Mossoró

As missões da Diocese de Mossoró-RN celebraram no último dia 25, uma Missa em ação de graças pelos 20 anos da fundação da Comunidade. O celebrante foi o vigário geral da diocese Pe. Flávio Augusto, que como sempre muito inspirado abrilhantou a festa com sua pregação.
Após a celebração foi servido um jantar beneficente em prol da aquisição de um equipamento de som. Cerca de 200 pessoas se fizeram presente entre eles amigos, benfeitores, braços-fortes, famílias dos cenáculos e missionários.

Obrigado a todos que fazem este carisma e que contribuem com suas vidas para que Jesus seja mais conhecido no mundo.



quinta-feira, 25 de março de 2010

"Faltam as palavras para agradecer"


No início desse dia da Anunciação do Senhor, agradeço a Deus pela obra maravilhosa que ele nos concedeu.
Como filhos da Virgem Maria temos a honra de em plena Quaresma celebrar os 20 anos não só de existência da Comunidade Obra de Maria, mais de todas as graças, conquistas e acima de tudo as vocações que ela tem conquistado para o Reino de Deus, através do carisma de evangelizar de todas as formas com alegria.
Há vinte anos atrás eram apenas sete jovens, porém na fidelidade desses, muitos foram se unindo, engrossando a corrente e hoje somos uma grande família. Como em todas as famílias, temos muito a aprender, mais de uma coisa tenho certeza, as nossas virtudes são maiores que os nossos defeitos, porque sobre nós está a graça santificante de Deus.
Nossa gratidão ao bondoso Deus pela vida do nosso fundador Gilberto Gomes Barbosa e nossa co-fundadora Maria Salomé, Ventura aos sete primeiros pela coragem de dizer sim, a cada irmãos espalhados no Brasil e além Brasil, pela fidelidade.
Aos nossos amigos, benfeitores, famílias dos cenáculos, braço forte, pelas doações, a todos os cardeais, bispos e padres que nos apoiam e acreditam no nosso trabalho.
E por fim, agradeço aos meus irmãos padres e seminaristas pela perseverança e amor ao carisma, que o Senhor por meio da Virgem Maria nos conceda a graça de seguirmos firmes e fiéis os passos de Jesus até o fim, que a cada dia sejamos anunciadores do seu Reino. Assim seja.

Maria Pereira
Comunidade Obra de Maria - Mossoró/RN

terça-feira, 23 de março de 2010

Lições dos erros

Os antigos latinos, em sua sabedoria, acumulada ao longo dos tempos, diziam: “Errando discitur” (“Aprende-se errando”). O povo continua reafirmando essa verdade: “É errando que se aprende”. Convém lembrar conhecidos provérbios, em relação ao comportamento animal - “Gato escaldado tem medo de água fria” - e às atitudes do ser humano, já no início de sua existência na terra: – “Quem não chora não mama”! Por sua vez, a pedagogia, a psicologia e a literatura identificam o caráter educativo dos “ensaios e acertos”, dos “acertos e erros” no processo de aprendizagem.

A natureza é muito sábia, por isso, apenas nascidos, alguns quadrúpedes já começam a dar os primeiros passos e em razão do instinto de conservação buscam o alimento, enquanto outros recebem o alimento; através do choro, as crianças recém-nascidas emitem seu desacordo e desconforto com a situação que experimentam no momento. Dessa maneira, ensaios, erros e acertos fazem parte da dinâmica da sobrevivência e da afirmação de todos os seres do “reino animal”. Notadamente, em se tratando do ser humano, esse fenômeno não se limita às primeiras descobertas da tenra idade, uma vez que, de fato, faz parte do processo de aprendizagem, em qualquer idade, independentemente do status social, da condição econômica e do nível intelectual das pessoas. Sabe-se que o fenômeno da aprendizagem se dá pelos caminhos da informalidade e pela via da educação formal porque, afinal, nada é indiferente e inconseqüente na vida e na convivência humanas. Assim sendo, é importante extrair lições das coisas boas que acontecem e é necessário tirar lições das coisas negativas que são registradas na história de cada um.

Jesus, que conhecia muito bem a psicologia humana e observava os comportamentos individuais e coletivos, extrai preciosas lições de vida, a partir de situações reais, haja vista o caso da oferta da viúva pobre (cf Lc 21,1-4) e o enterro do jovem de Naim, filho único de uma viúva (cf Lc 7,11-17), bem como de situações imagináveis, seguindo o gênero das parábolas que, todavia, retratavam situações conhecidas e vividas, como é o caso do “filho pródigo” (cf Lc 15,11-32).

Essa parábola do “filho perdido e reencontrado” é um exemplo paradigmático da realidade dos “acertos e erros” na vida das pessoas. A Liturgia da Igreja a proclama no período da Quaresma, tempo de forte estímulo à conversão, na preparação dos fiéis para a Páscoa do Senhor, e o faz com o intuito de mostrar que a possibilidade de errar e a efetividade dos erros fazem parte da condição humana, mas também para mostrar que o reconhecimento dos erros e a retomada do caminho da volta estão ao alcance de todos que fizeram escolhas impróprias em sua história de vida. Na parábola, “o filho mais novo”, após constatar o erro de sua escolha, dele tirou lições, “caiu em si” e tomou a decisão de voltar ao aconchego do lar, mesmo considerando-se indigno de ser acolhido com filho. A parábola é muito rica em significado: “Mostrou-nos ainda a condescendência e bondade do pai que recebeu afetuosamente o filho pródigo que voltava arrependido, revestiu-o de novo com as insígnias de sua nobreza familiar e esqueceu todo o mal que fizera.”

Como na parábola, jovens e adultos hoje usam mal sua liberdade e enveredam por caminhos complicados, julgando que levam à felicidade imaginada. Também estes devem ter a humildade de reconhecer seu erro, extraindo as lições que ficam dessa experiência e, sobretudo, tendo a coragem de retomar o caminho da volta, supondo-se sempre a compreensão, a ternura e a misericórdia dos próprios familiares.

Dom Genival Saraiva

segunda-feira, 22 de março de 2010

Comunidade Obra de Maria 20 anos de evangelização

A Obra de Maria - Mossoró - RN, em comemoração dos 20 anos da fundação da Comunidade, estará celebrando uma missa em ação de graças no dia 25 de março, as 19:30 hs, na casa de missão cituada à Rua Duodécimo Rosado, 421.
Celebrante: Pe. Flávio Augusto
Após a celebração será servido uma jantar beneficente, em pró da campanha de aquisição de um equipamento de som.

Você é nosso convidado!

Vem ser Obra de Deus ser Obra de Maria!


A DECISÃO É SUA

Numa vila da Grécia, vivia um sábio muito famoso por saber sempre a resposta para todas as perguntas que fossem feitas a ele. Um dia, um jovem adolescente, conversando com um amigo, disse: Eu acho que sei como enganar o sábio. Vou pegar um passarinho e o levarei, dentro da minha mão. Então, perguntarei a ele se o passarinho está vivo ou morto, se ele disser que está vivo, espremo o passarinho, mato-o e deixo-o cair no chão; mas se ele disser que está morto, abro a mão e o deixo voar. Assim, o jovem chegou perto do sábio e perguntou-lhe:

- Sábio, o passarinho em minha mão está vivo ou morto?

O sábio olhou para o rapaz e disse:

- Meu jovem, a resposta está em suas mãos! Depende de você!

E nós, quantas vezes escolhemos caminhos que não nos leva a Deus!! A decisão é nossa!

Vamos hoje mudar de vida? Vamos nos abrir pra Deus e O deixar tomar conta do nosso ser, entregando-nos por inteiro?

A DECISÃO É SUA!


Por Jaciara e Lucívio

sexta-feira, 19 de março de 2010

São José a vós nosso amor, sede nosso bom protetor, aumentai o nosso fervor

São José é um grande intercessor que temos diante de Jesus. Nunca tarda em nos ajudar a conseguir alguma graça que desejemos, desde que a peçamos com fé. Tudo o que sabemos de São José é o que nos conta a Sagrada Escritura: que era um homem justo, temente a Deus e aceitou dar sua vida para criar e educar um filho que não era seu (afinal Jesus era filho de Deus). A Escritura Sagrada diz que era carpinteiro (Mt 13,55) e pobre, tanto que quando foi levar Jesus ao Templo para ser circuncidado e Maria purificada, ofereceu como sacrifício um par de rolas, permitido apenas àqueles que não tinham condições de comprar um cordeiro (Lc 2,24). Embora sendo pobre, José era de linhagem real, da descendência do rei Davi (Mt 1,1-16 e Lc 3,23-28). Era um homem bom, compassivo e carinhoso, características de um justo. Quando soube da gravidez de Maria, não sendo seu o filho que ela esperava, planejou deixá-la silenciosamente para não a expor à vergonha e crueldade, porque naquela época, as mulheres acusadas de adultério eram apedrejadas até à morte (Mt 19,20). José foi também um homem de fé e obediente. Quando o anjo do Senhor em sonho lhe revelou o mistério sobre a criança que Maria trazia no ventre,
imediatamente e sem questionar ou preocupar-se com fofocas, a tomou como esposa. Quando o anjo lhe apareceu novamente para avisá-lo do perigo que a sua família corria, imediatamente deixou tudo o que possuía, bem como os parentes e amigos e partiu para um país estranho e lá permaneceu, aguardando pacientemente até que o anjo do Senhor, no devido tempo, o instruiu para retornar (Mt 2,13-23). Quando Jesus ficou no templo, perdido dele e da mãe, José, junto com Maria, procurou-o com grande ansiedade até encontrá-lo ao fim de três dias (Lc 2,48). Tratava Jesus como seu próprio filho, a tal ponto que os habitantes de Nazaré repetiam constantemente em relação a Jesus "Não é ele o filho de José?" (Lc 4,22). José teve uma morte linda, como muitos gostariam de ter, ao lado de Jesus e de Maria.
São José é invocado em casos de doença, junto a agonizantes, em casos de dificuldades financeiras e pelas famílias. Na ladainha em sua honra é invocado como terror dos demônios. Mas não são só esses os casos em que é invocado. A sua intercessão é para qualquer situação como diz Santa Tereza D' Ávila (Vida, cap. 6n.6-8): "Tomei por advogado e senhor ao glorioso São José e encomendei-me muito a ele... Causa espanto as grandes mercês que Deus me fez por meio desse bem aventurado Santo, dos perigos que me livrou tanto do corpo como da alma. A outros santos parece que o Senhor lhes deu graças para socorrer em determinada necessidade. Mas deste glorioso santo tenho experiência que socorre em todas... Só peço, por amor de Deus, que o prove quem em mim não acreditar e verá por experiência o grande bem que é encomendar-se a este glorioso patriarca e lhe ter devoção".

Valei-me São José

São José, Esposo da Virgem Maria

Hoje, comemoramos o grande patrono da Igreja Universal, São José. Ninguém ignora que São José é o esposo de Nossa Senhora e pai adoptivo de Jesus. A Bíblia não fala muito dele. No entanto, o amor cristão faz de cada palavra do Evangelho de São Mateus um ensinamento novo para a vida. Eis alguns factos que sempre recordamos: A ordem dada a São José, de receber Maria como esposa. É o fim do Antigo Testamento e o começo do Novo. Ele é o patriarca, o grande pai. A fuga para o Egipto e a volta lembram a história de todo o povo de Israel - o Êxodo. Portanto, São José é o amigo do povo, dos pobres, dos pequeninos, dos perseguidos e dos sofredores. Da Bíblia, recebeu ele o título maior que ela costuma dar a alguém: Justo. São José era um homem "justo". Tanto a Idade Média quanto os tempos modernos lembraram muito São José como modelo para o lar e, também, para o operário. A simplicidade e a fidelidade fizeram de São José o protector escolhido para Maria e para o próprio Jesus, bem como para todos nós.

São José, Rogai por nós!

Oração de São José

Ó glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possível as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio nas dificuldades em que nos achamos. Tomai sob vossa proteção a causa importante que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável. Ó Pai muito amado, em vós depositamos toda a nossa confiança. Que ninguém possa jamais dizer que vos invocamos em vão. Já que tudo podeis junto a Jesus e Maria, mostrai-nos que vossa bondade é igual ao vosso poder. São José, a quem Deus confiou o cuidado da mais santa família que jamais houve, sede, nós vos pedimos, o pai e protetor da nossa, e impetrai-nos a graça de vivermos e morrermos no amor de Jesus e Maria.

São José, rogai por nós que recorremos a vós.

São José, guardião fiel dos mistérios da salvação


Quando a bondade divina escolhe alguém para uma graça singular, dá-lhe todos os carismas necessários, o que aumenta muito a sua beleza espiritual. Isto verificou-se totalmente com São José, pai legal de Nosso Senhor Jesus Cristo e verdadeiro esposo da Rainha do mundo e Soberana dos anjos. O Pai eterno escolheu-o para ser o guardião fiel dos Seus principais tesouros, quer dizer, de Seu Filho e de Sua esposa, função que ele desempenhou muito fielmente. Foi por isso que o Senhor disse: «Servo bom e fiel, entra no gozo do teu senhor» (Mt 25, 21).

Se comparares José com o resto da Igreja de Cristo, não é verdade que é um homem particularmente escolhido, pelo qual Cristo entrou no mundo de maneira regular e honrosa? Pois se toda a Santa Igreja é devedora para com a Virgem Maria porque foi a Ela que foi dado receber Cristo, após Ela, é a São José que deve um reconhecimento e um respeito sem paralelo.

Ele é, com efeito, o epílogo do Antigo Testamento: é nele que a dignidade dos patriarcas e dos profetas recebe o fruto prometido. Só ele possuiu realmente o que a bondade divina lhes tinha prometido. Certamente não podemos duvidar de que a intimidade e o respeito que, durante a Sua vida humana, Cristo deu a José, como um filho a seu pai, não lhe foram negados no céu, antes foram enriquecidos e completados. O Senhor também acrescentou: «Entra no gozo do teu senhor».

Lembra-te de nós, bem-aventurado José, intercede, pelo auxílio da tua oração, junto de teu Filho adoptivo; torna igualmente propícia a bem-aventurada Virgem, tua esposa, porque Ela é a mãe Daquele que, com o Pai e o Espírito Santo, vive e reina pelos séculos sem fim.

São Bernardino de Siena (1380-1444), franciscano
Homilia sobre São José; OC 7, 16. 27-5

quinta-feira, 18 de março de 2010

Hoje é dia de Adoração na Obra de Maria

Vinde adorar o Senhor!

“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim O adorem. Deus é Espírito, e importa que os que O adoram, O adorem em espírito e verdade.” (Jo 4.23,24)

Toda quinta-feira das 13h até as 17h e das 19:30h até as 21h adoramos ao Senhor, na nossa casa de missão na Rua Duodécimo Rosado, 421.

VENHA ADORAR CONOSCO!

INFORMAÇÕES: 84 3314 0107

Não para condenar, mas para salvar.

Tanto amou o mundo que nos deu seu Filho, para salvar a todos e cada um. Deus exagerou, foi à extrema loucura da cruz! Depois disso, não dá mais para dizer que um ser humano, seja quem for, não vale nada, não merece que se faça o possível pelos seus direitos e pela sua plena realização humana.
Diante de um Deus assim, fica difícil justificar nossa falta de perdão, nossa rapidez para condenar o próximo, nossa indiferença diante de tudo que agride e destrói a vida de gente que é amada pelo Senhor com esse amor que não mede sacrifícios para salvar.
A cruz que salva nos convida a sermos, com Jesus, agentes de salvação.
Nós somos preciosos. Não a preço que se negue a pagar por nós.

Novena a São José nono dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Nono dia:
Ó José, chamado por Jesus com o nome de pai; que dor e tormento indizível seria para vosso coração amorosíssimo ter perdido Jesus com o qual estavam todas as afeições de vossa vida! Que grande aflição sentistes por não ter encontrado o menino Jesus entre parentes e conhecidos e por ninguém ter dado notícias dele. Onde estaria Jesus? Como poderíeis viver, se Ele era a vossa alegria de viver? Vós perdestes a Jesus, sem culpa vossa, mas eu perdi-O muitas vezes por culpa própria, por causa de minha malícia e de meus pecados. Fazei-me conhecer a Jesus e procura-Lo com perseverança, ensina-me a obedecê-Lo, ensina-me a adorá-Lo, custe o que custar. Consiga-me a graça de que, de hoje em diante, nunca mais eu o perca pelo pecado e que se por infelicidade eu venha a perdê-Lo, nunca tenha sossego até que o encontre novamente, pela divina graça.
Peço-vos esta graça, pela alegria inefável que experimentastes achando a Jesus no templo, ensinando, como Mestre Divino, aos doutores da lei e causando-lhes encanto e admiração com Suas perguntas e respostas. Intercedei para que eu esteja sempre em união com Jesus e sua santa Igreja. Consegui que Jesus esteja sempre em meu coração, com sua divina caridade e que, no futuro, eu possa gozar de Sua visão e amizade no céu para sempre.
Alcançai-me também, as graças que vos tenho pedido, todos os dias, durante a novena. Tenho confiança de que, tudo que vos pedi, irei receber do amor de Deus, por vosso intermédio.
De agora em diante, com a graça divina, serei divulgador d poder que o Misericordiosíssimo Deus vos concede. Amém
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.



Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.

ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Vem aí PROGRAMA OBRA DE MARIA na Rádio Rural de Mossoró


A Rádio Ruralal de Mossoró estará voltando com força total, nova potência, novos transmissores, prontos para a digitalização, nova torre, nova mesa de som para o estúdio principal. Terá a seu serviço um dos melhores processadores de áudio do mercado e será a única rádio AM em todo estado a transmitir por meio de antena monopolo, o que lhe vai conferir sinal ainda melhor bem como um alcance maior. Neste novo tempo da Rádio Rural ela também voltará com novos programas , entre eles o PROGRAMA OBRA DE MARIA, que irá ao ar todos os sábados das 16h até as 17 h, com a apresentação de Cleiton Amorim.

Novena a São José oitavo dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Oitavo dia
Confraternizo-me convosco, terníssimo José, por causa das privações a que vistes sujeita vossa amada família, na terra de peregrinação, e pelo mesmo desterro tão meritório, sobretudo, para a Mãe do Filho de Deus.
Uno minhas lágrimas às que derramastes, em vosso coração,pela dureza do exílio, e por tudo que faltou a vós, a Maria e a Jesus, no Egito. Vossa família, que é a família de Deus, tão paciente, e eu me queixo de qualquer pequena e insignificante mortificação, ainda que necessária!
Ó meu querido José, pela alegria imensa que inundou vosso coração, quando Jesus, pela primeira vez, vos deu o doce nome de pai,e ela sujeição com que, pela primeira vez, vos prestou a homenagem de sua obediência, suplico-vos que me ensineis a obedecer aos meus superiores e a sofrer, com paciência e resignação, as provas que a divina Providência se dignar enviar-me, para purificar-me de meus pecados, ou para aumentar meus méritos.
Alcançai-me também, pela alegria com que voltastes do exílio para morar em Nazaré, a graça com que tanta humildade vos peço nesta novena, se não for em prejuízo de minha salvação. Amém.
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.

Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.

ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

terça-feira, 16 de março de 2010

Peregrinação para Alemanha, Rep. Tcheca, Hungria e Itália - 13 dias

A Obra de Maria lhe convida a participar de mais uma experiência de fé. 13 dias percorrendo Alemanha, República Tcheca, Hungria e Itália.
Programação:


Dom. 07/11/2010 - Natal / Berlim
Embarque com destino a Berlim.
Seg. 08/11 - Berlim
Chegada, traslado ao hotel. Acomodação, jantar e pernoite.
Ter. 09/11 - Berlim
Dia inteiro nesta cidade, capital da Alemanha. City tour pelos principais lugares de interesse turístico - histórico (Porta Brandenburgo(foto); resto do antigo muro da vergonha; a famosa avenida Unter Den Linden, com seus museus (Altes Museum, Pergamon museum, etc.). Retorno ao hotel. jantar no hotel.
Qua. 10/11 - Berlim / Praga
Saída para Praga, na República Tcheca. Chegada, acomodação no hotel. Jantar e pernoite.
Qui. 11/11 - Praga
Café da manhã. Visita panorâmica pela cidade conhecendo a Catedral de São Vito(foto), a Igreja de N.
Senhora da Vitória, onde fica a imagem do Menino Jesus de Praga, a Igreja de Loreto, com sua pitoresca ruela de ouro, onde habitavam os alquimistas da corte do Imperador Rodolfo II. A famosa Ponte Carlos IV e a Praça da Cidade Velha. A Torre da Prefeitura e seu famoso relógio. Refeições no hotel. Pernoite.
Sex. 12/11 - Praga / Viena
Café da manhã e saída para a Áustria, admirando as incríveis paisagens centro-européias. Chegada a Viena. Acomodação e pernoite no hotel.
Sáb. 13/11 - Viena
Café da manhã. Visita panorâmica pela cidade. Palácio Belvedere, onde teremos tempo para apreciar os jardins, e a vista de toda a cidade, Palácio de Schon Brunn (Sisi). Tarde livre. Sugerimos como opcional uma das típicas atividades de Viena: um concerto de valsas no Kursalon. Jantar em uma típica taverna do Grinzing. Pernoite.
Dom. 14/11 - Viena / Budapest
Saída para Budapest, capital da Hungria. Chegada no final da tarde. Hotel e Jantar.
Seg. 15/11 - Budapest
Café da manhã. City-tour panorâmico de dia inteiro pelas duas cidades Buda e Pest, que conformam a capital Budapest. Palácio real, Igreja de São Matias, Hotel Gellert que lembra um mártir do cristianismo, o Bispo Gellert, colocado num tonel e jogado no rio Danúbio, Igreja S. Estevão, Parlamento. Retorno ao hotel. Jantar e pernoite.
Ter. 16/11 - Budapeste / Roma
Traslado ao aeroporto. Embarque com destino a Roma. Chegada, traslado ao hotel. Acomodação,
jantar e pernoite.
Qua. 17/11 - Roma
Pela manhã, participaremos da audiência Papal (exceto se o Papa não estiver ou se as audiências
tiverem sido canceladas). Almoço. Visita às Basílicas patriarcais: Santa Maria Maior, São João
de Latrão e São Paulo fora dos Muros. Pernoite.
Qui. 18/11 - Roma
Visita ao Vaticano(foto), incluindo a Praça de São Pedro, a Basílica de São Pedro, o túmulo do Papa João Paulo II, etc. Após o almoço, passeio panorâmico pela Roma histórica. (Coliseu, Foros, Praças, etc). Retorno ao hotel para jantar e pernoite.
Sex. 19/11 - Roma / Natal
Traslado ao aeroporto. Embarque com destino a Natal.
Fim dos nossos serviços.

Valor do Pacote/; US$ 4.480,00 + Taxa de adesão de US$ 150,00.*

*O PREÇO DO PACOTE INCLUI:
-Hospedagem em hotéis categoria turística, em quartos
duplos ou triplos com banheiro privativo; (para apartamento
individual, consultar o acréscimo);
-Pensão completa (café da manhã, almoço e jantar);
-Taxas de embarque;
-Seguro Saúde e Seguro Bagagem. (Até 70 anos, acima disto, favor consultarmos);
-Bilhetes aéreos Internacionais;
-Ônibus de luxo com aquecimento e/ou ar condicionado;
-Direito a levar 1 mala de até 20 Kg + 1 bagagem de mão;
-Acompanhante da Obra de Maria;
-Guia local (conforme programa).

*O PREÇO DO PACOTE NÃO INCLUI:
-Excesso de bagagem nos aviões;
-Despesas de caráter pessoal (bebidas, lanches, telefonemas, consumo do frigo-bar nos hotéis, etc.);
-Ingressos para as visitas não especificamente mencionadas e/ou programadas.
-Taxa de adesão US$ 150,00.

* Preço válido para grupos de no mínimo 30 pax.

Informações: 84 3314 5033

Brasil: assaltantes matam a tiros ex-seminarista e ferem padre

BRASÍLIA, segunda-feira, 15 de março de 2010 (ZENIT.org).- O ex-seminarista Epaminondas Marques da Silva, 26, morreu, e o padre Dejair Gonçalves de Almeida, 32, está em estado grave na UTI do hospital São João Batista, em Volta Redonda (Rio de Janeiro), após serem baleados por assaltantes nesse final de semana; informa CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Segundo a assessoria de imprensa da diocese de Barra do Piraí/Volta Redonda, padre Dejair e Epaminondas foram sequestrados e levados até a casa paroquial, na madrugada de domingo, 14, em Volta Redonda, quando voltavam da Comunidade Eclesial Senhor Bom Jesus, bairro Água Limpa.

“Os sequestradores queriam dinheiro e, como não encontraram, atiraram na cabeça dos dois. O ex-seminarista morreu no local e o padre passou por uma cirurgia e está em estado grave na UTI”, explicou à CNBB o assessor de imprensa, Vagner Mattos.

O ex-seminarista Epaminondas da Silva era coordenador de pastoral no bairro Santa Cruz. Já o padre Dejair de Almeida é responsável por oito comunidades eclesiais em Volta Redonda. É ainda chanceler da Mitra Diocesana de Barra do Piraí/Volta Redonda e assessor do Apostolado de Oração.

O bispo de Volta Redonda, Dom João Maria Messi, disse que a Igreja está inserida na sociedade e que a diocese sofre com a violência. Ele cobrou mais atitudes em favor da paz. “Precisamos ser embaixadores da Paz e promovê-la em todos os sentidos. Sejamos como o Cristo e não busquemos a vingança”, disse.

Novena a São José sétimo dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Sétimo dia
São José, permiti que, em espírito, eu vos acompanhe na viagem ao Egito, para admirar vossos sacrifícios e imitar vossas virtudes. Tudo fizestes para defender a Jesus de tantos perigos, e sobretudo da morte. Que dor tão grande foi para vosso coração amante ver sofrer a Jesus e a Maria! Quanta sede devem ter sofrido no deserto os três peregrinos santíssimos!
Peço-vos humildemente que tireis de mim a sede dos prazeres mundanos, e dai-me a fome e sede de todas as virtudes, principalmente a humildade, a paciência, a mortificação, que a minha lama deseja ardentemente possuir. Entristeçam-me as coisas que vós entristecem, amável São José, e saiba eu alegrar-me com as que vos causam alegria. Experimente minha alma, conservando-se na graça de Deus, a mesma alegria que experimentou vosso delicado coração, quando afinal, depois dos transtornos de uma perigosa viagem por ermos desertos, vistes Jesus a salvo e Maria vossa amantíssima esposa segura no novo lar. Assim como vos alegrastes com aqueda dos ídolos do Egito, alegra-se meu coração com a queda dos ídolos das afeições desregradas e das paixões desordenadas de modo que, em tudo e por tudo, agrade a Jesus, à Santíssima Mãe e a vós, meu amável José, que tanto gozais na glória de Deus. Alcançai-me também a graça que desejo conseguir nesta novena, se for para maior glória de Deus. Amém.
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.

Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.

ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

segunda-feira, 15 de março de 2010

A importância de se colocar no lugar do outro

Já dizia um autor que agora não recordo que empatia é o esforço que realizamos para reconhecer e compreender melhor os sentimentos e as atitudes das pessoas com as quais convivemos. Somente a partir de uma atitude empática estaremos em condições de abandonar momentaneamente nossas ocupações e preocupações para estudar, entender e tentar ajudar aqueles que nos rodeiam.

Portanto, só se pode ajudar alguém quando se conhece a pessoa. E a melhor forma de conhecer o outro é tentando se colocar no lugar de sua realidade. É preciso sair de si para buscar ajudar o outro entendendo então seu comportamento, suas ações e até seus anseios para uma vida melhor. Qualquer frustração na relação entre amigos, colegas ou mesmo entre pais e filhos pode acarretar danos para uma vida inteira.

pessoas também que não tiveram a presença materna ou paterna em toda sua vida. Em algumas situações pela separação dos cônjuges, às vezes marcadas até pelo adultério de um deles ou por outro motivo ainda maior. E quando a pessoa que cria essas crianças não exerce a função verdadeira de pai e mãe lacunas são abertas e só o tempo pode cuidar disso e encaixar todas as coisas em seu devido lugar. Com certeza, se houver esse acompanhamento direto com os filhos, desde pequeninos até a fase adulta ou mesmo o zelo pelas verdadeiras amizades, já que essas são dons gratuitos do Deus Amor e não conseguimos viver sem elas, poderemos ser verdadeiramente felizes e realizados em nossa vida.

Cative seus amigos e cuide deles, com certeza eles são pérolas que o Senhor te concedeu para juntos trilharem o caminho até o porto seguro e desejado, que é o Céu!

Jaciara e Lucívio
Missionários da Obra de Maria em Mossoró-RN

Novena a São José sexto dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Sexto dia
Ó meu boníssimo São José, protetor e amparo dos desvalidos! Por aquela alegria que experimentou o vosso coração, ouvindo os louvores que os doutores da lei fazem ao Cristo Menino, peço-vos que não vos esqueçais de mim, fazei que Jesus, meu Salvador, seja sempre para mim ocasião de ressurreição. Confraternizo-me convosco, pacientíssimo José, pela ferida que em vosso coração fizeram as palavras do Santo Simeão, com que anunciara a Maria que uma espada de dor havia de atravessar Seu delicadíssimo e amorosíssimo coração. Em tão tremenda ocasião para Maria, vós nem poderíeis remediar essas dores, nem ao menos ser testemunha de tão terrível padecer, para consolar vossa esposa com vossa presença humana na paixão de Cristo! Eu, sim, posso e devo, com minha vida e bons costumes, consolar a Maria, porque culpado, por meus pecados, na morte de Jesus e nas dores de Maria, quero e devo evitar e reparar esses pecados. Ajudai, José poderosíssimo, minha pobreza espiritual e poucas forças, alcançando-me de Nosso Senhor a graça de nunca ser, por minha culpa, causa das penas de Jesus e das dores de Maria. Alcançai-me, também, a graça que desejo conseguir rezando esta novena, se for para maior glória de Deus e salvação de minha alma. Amém.
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.

Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.

ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Oremos:
Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

domingo, 14 de março de 2010

Comunidade Obra de Maria em Fátima - Portugal

A Comunidade Obra de Maria que hoje reside em Fátima, desenvolvemos um trabalho de acolhida aos peregrinos brasileiros em parceria com a Canção Nova desde o ano 2000.
Teve seu início, com os missionários Marconi e Alda que trabalhavam com as peregrinações com intuito de melhorar o acolhimento dos peregrinos que vinha do Brasil para que eles tivessem uma experiência de fé e de amor de Deus. Depois com a necessidade de missionários no Brasil a a missão fechou por um determinado tempo e reabriu em 2006. Com 3 missionários (Ivanilza, Paulo, Adélio) para da continuidade na missão pois acreditamos que o projeto de Deus para essa missão era muito grande. Então iniciamos também o trabalho de evangelização através doscenáculos e dando assistências nos grupos de oração e ajudamos nos eventos religiosos naquilo que Deus precisar de nós.

Com o decorrer do tempo virmos logo a resposta de Deus onde saiu nossos primeiros grupos de peregrinos portugueses.Hoje procuramos cada vez mais nos inculturar-mos, para da o nosso melhor para realizar os trabalhos de evangelização e também das peregrinações.A missão tem crescido muitos e muitos portugueses já tiveram a graça de viajar conosco e pode testemunhar o quanto a peregrinação mudou a suas vidas. Deus é fiel e Nossa Senhora sempre tem passado a frente de tudo.

Já passaram pela missão de Fátima vários missionários durante esses anos ( Marconi e Alda,Fabiana de Jesus, Maria Regina, Adélio, Paulo.) Atualmente se encontram na missão: Alberica, Débora, Ivanilza.

Está evangelizando através das peregrinações nos ensina muito, devido aos testemunhos de cada peregrino, a experiência de cada um ao chegar em um santuário mariano ou nos lugares santos, sente sobretudo a presença de Deus e também vêem seus sonhos se realizando, tive a graça de presenciar muitos testemunhos e muitas conversões de pessoas que nunca tinha sentido o amor de Deus e nesses lugares sagrados tiveram experiências fantásticas do amor e da misericórdia de Deus.

Quando estou com os peregrinos eu posso afirma isso: Deus faz maravilhas! Quando fazemos a comparação entre inicio da peregrinação e o final, os semblantes de cada um estão diferentes. A graça de Deus realmente acontece e vidas são transformadas.

A comunidade tem muitas missões EVANGELIZAÇÃO e também outros meios onde podemos usufruir de nossa espiritualidade, como cenáculos, grupo de oração etc, mais quando estamos na principal missão, também somos instrumentos de evangelização e uma evangelização que exige muito de nós. Encontramos pessoas que nunca vimos na vida, mais que Deus da uma graça de viver um lindo relacianamento familiar em poucos dias de peregrinação onde nasce muitos laços de amizades e de oração.

Confira nossas fotos

Nossos contatos:

Casa de Missão
Avenida Beato Nuno,84 A 2º Direito
2495-401 Fatima - Portugal
Tel: (00351) 249 534 219

portugal@obrademaria.com.br

Agência
Avenida Dom José Alves Correia da Silva,123 Loja 18
2495 - 402 Fatima - Portugal
Telefone: (351) 249 538 249


Ivanilza Silva

Missionária da Obra de Maria em Fátima -PT

Novena a São José quinto dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Quinto dia
Que grande dor sofrestes, nosso querido São José, quando vistes derramar-se o preciosíssimo sangue de Cristo na circuncisão! Por que teria, esse infante divino, de sofrer assim, poucos dias depois de ter nascido? Ah! Sendo Jesus a perfeição em pessoa, certamente que foi pelos nossos pecados, esse padecer. São José, daí-me a conhecer o preço do sangue de Jesus, para que nunca deixe perder a menor gota; e que esse sangue, caindo abundantemente sobre minha alama, lave-me e purifique inteiramente. Permiti, São José, que, para eu conseguir graça tão importante, aproxime-me mais de vós para ouvir atento e obedecer aos ensinamentos do Divino Mestre e receber as bênçãos e graças que dele emanam e que, por bondade divina, passam por vossas sagradas mãos. Vossas mãos sagradas amparam Jesus, o Salvador do mundo, que tira os pecados dos homens! São José, que alegria a vossa, quando destes ao Salvador o nome de Jesus, sabendo que esse nome, a própria felicidade, é a chave que nos abre a porta do Céu!
Adorador de Cristo, consiga que ele seja para mim Jesus, isto é, meu salvador nesta vida e na eterna. Pelo nome adorável, Jesus, peço-vos também as graças que desejo alcançar nesta novena, se forem para maior glória de Deus e para o bem de minha alma. Amém.
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.
Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.
ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo. V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

sábado, 13 de março de 2010

Novena a São José quarto dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Quarto dia
Esposo castíssimo da Mãe do Unigênito Filho de Deus, uno-me a vós na tristeza que experimentastes em Belém, quando lá chegando, depois de penosa viagem, vistes vossa venerada esposa Maria e o Salvador do mundo, que ela levava em suas entranhas, desconhecidos e repelidos de todas as casas e pousadas.
Ó meu querido José, como conhecestes então que o mundo não é amigo de Cristo, e que é impossível servir juntamente dois senhores tão inimigos e contrários!
Dai-me a Jesus, que tanta alegria vos causou em Seu nascimento. As vozes dos Anjos dizendo “Paz na Terra aos homens de boa vontade” são principalmente dirigidas a vós. Aceitai meus louvores pelo muito amor que Jesus vos manifestou, escolhendo-vos para Seu pai nutrício e para seu poderoso defensor e amparo.
Permiti-me, gloriosíssimo e poderosíssimo Santo, chegar aonde vós estais, perto de Jesus, contemplar Sua santidade divina e esplendor. Pedi a Jesus que Ele me dê as graças recebidas pelos pastores e reis que foram adora-lo no presépio; pedi-Lhe, também, as graças que desejo conseguir nesta novena, se forem para maior glória de Deus e salvação de minha alma. Amém.
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.

Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.

ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Oremos: Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Você já pensou em conhece a Canção Nova, a casa de Frei Galvão e o Santuário de Aparecida? Nós queremos levar você!

Nos que fazemos a Comunidade Obra de Maria, queremos levar você para conhecer o maior Santuário Mariano do mundo, queremos leva-los a experimentar o amor de Jesus na casa de Nossa Senhora Aparecida.

Programação:
Sex. 18/06/2010 - Natal / Rio de Janeiro ou São Paulo / Cachoeira Paulista
Embarque para Rio de Janeiro ou São Paulo. Chegada, visita ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida. Almoço. Saída para Guaratinguetá (Relíquias de Frei Galvão). Traslado Cachoeira
Paulista. Alojamento, jantar e pernoite.

(Foto sala das promessas:
A sala dos milagres/promessa encontra-se no subsolo da Basílica Nova e é um dos locais mais visitados do Santuário Nacional. Criada para receber as peças entregue pelos fiéis, a sala mantém uma tradição comum a outros centros religiosos: a exposição de objetos ou declarações que confirmem o poder da graça e aproteção dos devotos. As paredes são totalmente cobertas por fotografias deixadas no Santuário como manifestação de seus sentimentos, gratidão e de preces a Nossa Senhora.)


Sáb. 19/06 - Cachoeira Paulista
Dia dedicado ao acampamento de oração Obra de Maria. Refeições inclusas: Café, almoço e jantar.

Dom. 20/06 - Cachoeira Paulista
Dia dedicado ao acampamento de oração Obra de Maria. Refeições inclusas: Café e almoço. Final da tarde. Traslado ao aeroporto. Embarque para Natal.

Fim dos nossos serviços.

O preço do pacote Inclui:

Hospedagens na Fazenda da Esperança ou na Canção Nova;
Refeições conforme o programa;
Bilhetes aéreos Nacionais;
Ônibus de luxo com ar condicionado ou aquecedor;
Direito de levar uma mala de até 20 kg + uma bagagem de mão;
Guia acompanhante
Taxas de embarque.

O preço do pacote não inclui:

Excesso de bagagem nos aviões.
Despesas no percurso de ônibus;
Despesas de caráter pessoal(bebidas, lanches, telefonemas, consumo do frigobar nos hotéis, etc.
Tudo que não tiver expressamente mencionado no item “”O PREÇO DO PACOTE INCLUI”.

Valor do pacote: R$ 680,00
Taxa de Adesão: R$ 50,00

Formas de Pagamento:
Cartões de Crédito/ Boletos Bancários/ Cheques

Quaresma e Mudança de vida

Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto. Quem ama a sua vida, perdê-la-á; mas quem odeia a sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna."
Jo 12, 24-25.

Estamos na quaresma, tempo de penitência, de conversão, de mudança de vida. Tudo isso nós já sabemos a muito tempo, porém saber não significa fazer ou cumprir. Estamos fazendo o que o tempo da quaresma nos pede? A quaresma para nós realmente tem sido tempo propício a conversão?
A quaresma não deve significar apenas meros quarenta dias antes da semana santa. Ela deve significar tempo de reflexão e deve surtir um efeito espiritual e concreto sobre nós, nossa reflexão deve nos levar a isso, senão será apenas mais uma quaresma como todas as outras que já vivemos. E o principal efeito deve ser a conversão.
Não basta refletirmos o sofrimento de Jesus e termos até pena dele se isso não provocar verdadeiramente uma mudança nas nossas mentalidades. Quaresma sem conversão é apenas data, período e momento e não mudança, reflexão e atitude. Temos que nos conscientizar que não podemos continuar vivendo como estamos vivendo, passando por diversas quaresmas sem permitir que elas nos transformem.Conforme a passagem bíblica que iniciamos este texto, temos que permitir nesta quaresma a morte do homem e da mulher velha dentro de nós. Com todos os seus vícios, pecados e costumes.É necessário, de certa forma, perdermos a nossa vida.Vida esta tão desregrada e cheia de nossa própria vontade, para podermos encontrar a vida de Deus.Para enfim, ressuscitarmos com o Cristo no domingo de Páscoa com uma vida nova.Cheia de novos horizontes e de desejos santos em uma comunhão perfeita com Deus.
Se assim o fizermos poderemos ver o quanto a quaresma é proveitosa quando bem vivida. Mesmo que no próximo ano tenhamos que refazer este caminho de novo, não tem problema, o importante é nos conscientizarmos hoje que precisamos mudar a nossa vida e esta mentalidade deve persistir em nossas cabeças, durante o ano inteiro e não apenas na quaresma, pois afinal, precisamos matar todos os dias o nosso querer a nossa vida pelo o querer e pela a vida de Deus.
Que Deus nos ajude a vivermos uma santa e boa quaresma.

Nelinho Augusto
Missionário da Comunidade Obra de Maria - Mossoró - RN

Novena a São José terceiro dia

Início: Pelo Sinal da + Santa Cruz, livrai-nos Deus + nosso Senhor, dos nossos + inimigos. Em nome do + Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


Oração Inicial: Deus e Senhor meu, Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, creio que estou em vossa soberana presença agora, quando pretendo consagrar a São José esta novena.Adoro-Vos com todo o meu coração, porque sois infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas. Adoro-Vos com toda a intensidade de que sou capaz, e arrependo-me dos muitos pecados que fiz contra Vossa Divina Majestade.Quero, nesta novena, aprender as virtudes que, com tanta perfeição, praticou o glorioso Patriarca São José, e alcançar, por sua intercessão, as graças de que tanto preciso. Senhor, quem sou eu para atrever-me a comparecer diante de Vossa presença? Conheço a deficiência de meus méritos e a multidão de meus pecados, pelos quais não mereço ser ouvido em minhas orações; mas, o que não mereço merece-o o pai nutrício de Jesus; o que não posso ele pode. Venho, portanto, com toda a confiança, implorar a divina clemência, não fiado em minha fraqueza, mas no poder e valimento de São José. Amém.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Terceiro dia:

Que pena tão amarga devíeis ter sentido em vosso coração, José gloriosíssimo, quando em vossa humildade julgastes dever separar-vos de vossa esposa Maria!
Separar-vos de Maria, que tanto amáveis e que correspondia a vosso amor com amor puro e sincero. Confraternizo-me convosco, por aqueles momentos de sofrimento e por essa amarga provação que o Senhor vos permitiu! Por caridade, ficastes ao lado da Mãe do Unigênito Filho de Deus. Maria vos pertenceu e amou sempre no amor de Deus. Em Seu infinito poder, Deus fez nela maravilhas de Seu Divino Amor. Fostes a maior testemunha das grandiosidades operadas em Maria. Ela é o jardim de Deus e o paraíso onde o Filho de Deus tem seu receio, e vós José, fostes o Anjo da guarda dese jardim, o depositário desse eterno tesouro.
São José, aceitai sinceras felicitações pela parte ativa que Deus vos concedeu o mistério da Encarnação, e pela sujeição de Jesus e de Sua Santíssima Mãe às vossas ordens.
Por essa grande alegria e também pelos méritos da tristeza que a precedeu, suplico-vos, meu pai querido, que me alcanceis de Deus o conhecimento de Jesus Cristo e a graça de conservar uma fé tão viva em todos os seus mistérios, que esteja pronto a antes morrer que duvidar deles; alcançai-me, outrossim, a graça que, nesta novena, pretendo conseguir, se for para maior glória de Deus e bem de minha alma. Amém.
(Pedir agora a graça que se deseja alcançar)
Para melhor alcançar as graças necessitadas, rezaremos: 7 PAI Nossos, 7 Ave Marias e 7 Glórias, em honra das alegrias e dores do glorioso Patriarca.

Oração final: Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce Protetor São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorando vosso socorro e não fosse por vós consolado. Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não despreseis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.


ANT. – José, filho de Davi, não temas receber Maria, vossa Esposa Santíssima, em vossa companhia, porque o que ela leva em suas puríssimas entranhas é por obra do Espírito Santo.
V. Rogai por nós, José santíssimo.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Ó Jesus, que por uma inefável providência, vos dignastes escolher o bem-aventurado esposo de vossa Mãe Santíssima; concedei-nos que aquele mesmo que veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no Céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.